CPU

AMD FX está de volta

A marca FX da AMD está de regresso e vai ser aplicada a plataformas criadas para jogadores exigentes.

Recorda-se dos processadores AMD com a marca FX? Eram o equivalente aos Extreme Edition da Intel. A AMD fez saber via comunicado que a denominação FX vai voltar para ser aplicada em plataformas criadas para jogadores exigentes.

De acordo com o comunicado referido, a marca FX vai ser "associada aos processadores e plataformas de maior desempenho da AMD". A primeira plataforma e exibir no o logótipo renascido vai ser a plataforma "Scorpius", constituída pelas recém-lançadas placas-mãe com chipset da série AMD 9, placa gráfica da família Radeon HD6000 e processadores "Zambezu" de oito núcleos desbloqueados, para facilitar o overclock.

Palavras chaves:

OMAP 4470: o processador móvel dual-core da TI a 1,8GHz

A Texas Instruments oficializou o seu novo processador destinado a dispositivos móveis e que tem tudo para trazer ainda mais desempenho aos nossos smartphones e tablets.

Baseado num Cortex A9 de dois núcleos (dual core portanto), o TI OMAP4470 consegue atingir velocidades de funcionamento de até 1,8GHz (!) e integra um processador gráfico POWERVR SGX544 GFX.

Para termos uma ideia das diferenças de desempeno, o GPU do OMAP4470 é cerca de duas vezes e meia mais potente que o SGX540 que equipa o actual OMAP4430. Mais: o OMAP4470, agora topo de gama da TI, consegue ter um desempenho em web 80% superior ao OMAP4430. Impressive, most impressive

Além de tudo isto o OMAP4470 suporta resoluções até ao QXGA (2.048×1.536 pixels) assim como uma saída HDMI estereoscópica 3D.

Palavras chaves:

Intel já tem processador a 4 GHz


A barreira dos 4 GHz foi finalmente ultrapassada por um processador da Intel, o Xeon E3-1290, que utiliza a arquitetura Sandy Bridge.

Os 4 GHz não têm sido uma barreira fácil de ultrapassar. Na verdade, a Intel até agora só tinha lançado um processador a 4 GHz, um Pentium 4 lançado no final de 2004. Mas mesmo esse processado foi retirado do mercado devido a problemas de consumo energético e calor excessivos.

O fim da arquitetura Netburst - a base dos Pentium 4 - também significou o fim da corrida dos MHz. Desde esse momento que a Intel e a AMD apostaram na otimização dos processadores, de modo a atingirem maior desempenho com menores frequências. Esta estratégia tem vantagens ao nível da dissipação térmica e do consumo energético.

Palavras chaves:

Intel suspende venda de chipsets dos Sandy Bridge devido a defeito

 

A Intel interrompeu a distribuição de chipsets dos processadores Sandy Bridge devido à descoberta de uma falha. No final de Fevereiro, deverá sair uma nova versão de chipsets para os processadores Sandy Bridge.

Intel suspende venda de chipsets dos Sandy Bridge devido a defeito

 

 

 

A Intel já deu a conhecer uma estimativa dos custos resultantes da falha agora confirmada em alguns dos chipsets que acompanham os processadores com a microarquitetura Sandy Bridge: ao todo, a líder dos processadores deverá aplicar 700 milhões de dólares (cerca de 510 milhões de euros) na recolha e substituição dos chipsets defeituosos, informa a Reuters.

A Intel informou ainda que já começou a fabricar uma nova versão dos chipsets, que já não deverá padecer do mesmo mal.

Palavras chaves:

AMD anuncia primeiro APU para sistemas integrados

 

 

A AMD anunciou o primeiro APU (Accelerated Processing Unit) para sistemas integrados, o AMD Embedded G-Series baseado na tecnologia AMD Fusion.

AMD anuncia primeiro APU para sistemas integrados

 

 

 

O AMD Embedded G-Series disponibiliza a capacidade de processamento em paralelo sobre a arquitectura x86 e tem suporte integral para DirectX 11.

Segundo o comunicado, inúmeros sistemas baseados no AMD Embedded G-Series vão estar disponíveis hoje ou nas próximas semanas de fabricantes como a Advansus, a Compulab, a Congatec,a  Fujitsu, a Haier, a iEi, a Kontron, a Mitec, a Quixant, a Sintrones, a Starnet, a Wendt e a Wyse.

A utilização do AMD Embedded G-Series está prevista para, por exemplo, set-top-boxes ou em SBCs (Single Board Computers).

Palavras chaves:

Lucros da Intel sobem 48 %

 

No último trimestre de 2010, a Intel apresentou um lucro de 3,39 mil milhões de dólares (cerca de 2,53 mil milhões de euros) - mais 48% que o valor apresentado no mesmo período de 2009.

Lucros da Intel sobem 48 %

 

 

 

A faturação da Intel também cresceu durante o último trimestre de 2010, mas bastante menos que os lucros. Durante o último trimestre de 2010, a marca líder dos processadores faturou 11,46 mil milhões de dólares (mais de 8,5 mil milhões de euros), o que reflete um crescimento de oito por cento face ao mesmo período de 2009.

Palavras chaves:

Início da era da APU AMD Fusion


Hoje no Consumer Electronics Show, a AMD (NYSE: AMD) lançou uma nova categoria de processador acelerado que reúne mais capacidades de computação do que qualquer outro processador da história da informática. A Família AMD Fusion de Accelerated Processing Units (APUs – Unidades de Processamento Acelerado) incorpora — em um design único — tecnologia de CPU (x86) multi-core, gráficos discretos potente com capacidade DirectX(R) 11 e motor de processamento paralelo, um bloco de aceleração de vídeo de alta definição dedicado, e um bus de alta velocidade que acelera os dados em diversos tipos de cores de processador no design. Novas gerações de desktop, notebook e netbooks HD estão disponíveis com as APUs AMD Fusion por pontos de preços acessíveis. Tablets e designs integrados baseados nas APUs AMD Fusion devem estar disponíveis no final do primeiro trimestre de 2011.

A nova faixa de recursos de produtos inclui reprodução de vídeo HD stutter-free (sem gagueira), avanços na potência da computação para os aplicativos mais exigentes,(ii) gráficos DirectX 11 e vida da bateria todo o dia.(i)

Palavras chaves:

A segunda geração dos processadores Core da Intel: máquinas megamídia


Os novos modelos dos processadores Core não são exatamente um segredo guardado a sete chaves. Mas apesar de as especificações terem vazado meses atrás, o que fica claro no Sandy Bridge é que a Intel está preocupada com o conteúdo.

A nova leva de processadores i3, i5 e i7 – vinte novos produtos ao total, incluindo chipsets e adaptadores – procuram resolver reclamações contra a placa de vídeo integrada do ano passado. De acordo com Erik Reid, da Intel, com o Sandy Bridge você pode esperar uma melhora de quase duas vezes no benchmark 3DMark06, intensivo em gráficos, em relação aos processadores Core atuais.

Palavras chaves:

Subscribe to RSS - CPU

2005-2011 @ Copyright - Marco Sousa